Nos últimos anos, os purificadores com eficiência bacteriológica, que eliminam as bactérias da água, estão ganhado presença no mercado. Esse produto surge por conta da crescente poluição da água que consumimos, mas será que seu uso se justifica em todos os casos? 

Para entender, precisamos avaliar duas situações:

 

Água da Concessionária

A concessionária, por lei, precisa entregar uma água potável ao consumidor – ou seja, livre de microorganismos e químicos nocivos à saúde. Para isso, o tratamento com cloro é indispensável. 

O problema está quando a água sofre interferências, contaminações ao longo do caminho, como rupturas em canos e a proliferação de bactérias em bacias de captação de água 

São situações imprevisíveis que, até que a concessionária consiga corrigir e resolver o problema, podem contaminar a água que bebemos.

Nessas situações, um purificador com ação bacteriológica pode ser um ator importante! 

 

Água de poço

Já a água de poço requer um pouco mais de atenção, pois pode conter metais pesados e outros elementos que fazem mal para a saúdeAlém disso, a forma como ela é armazenada pode favorecer a proliferação de bactérias. 

Por isso, o mais adequado é identificar as propriedades dessa água e buscar montar um sistema de tratamento que viabilize o seu consumo.  

Nesse caso, além do sistema de pré-tratamento, os purificadores com eficiência bacteriológica são bem recomendados por oferecer uma garantia a mais!

 

Abaixo, elencamos alguns cenários que podem indicar a necessidade desse uso:

1. Quando a sua água possui cor e odor

Odor normalmente é indicativo de presença de bactérias, que, em geral, não são nocivas para uma pessoa saudável em quantidades pequenas. No entanto, junto com ela podem conter também outros contaminantes. 

Por isso, nesses casos é indicado investir numa segurança extra para a sua saúde!

Além da proteção bacteriológica, filtros que levam em sua composição o carvão ativado são essenciais para neutralizar o odor e clarificar a água.

 

2. Quando você não realiza a limpeza da caixa d’água com frequência

Este é um ponto importante para manter a qualidade da água que você bebe e sua saúde em dia. Mesmo com a presença de cloro, dependendo do tempo em que a água fica parada, microorganismos podem se proliferar ali e se acumular nos pequenos poros da fibra da caixa. Por isso é importante realizar a manutenção de 6 em 6 meses. 

 

3. Caso queira se prevenir de oscilações causadas por acidentes hídricos

Já dizia o ditado: melhor prevenir do que remediar.

As estações de tratamento fazem o monitoramento e tratamento de água para situações comuns, como retirada de dejetos, barro e eliminação de microorganismos através da adição de cloro.  

Assim, quando há um imprevisto na distribuição, como a queda de um caminhão ou o aumento de bactérias por conta da poluição da água, até que a empresa se adeque a nova realidade, o produto pode sim ir parar em nossas casas.  

Por isso investir em processos de purificação de água, seja com ou sem eficiência bacteriológica, representa sempre uma segurança a mais para a sua saúde.  

Aqui na Hidrofiltros temos opções de eficiência bacteriológica em jarra portátil, purificador para bancada/paredepurificador para ser instalado embaixo da pia, todos certificados pelo INMETRO.  

Conte com a gente para garantir a saúde através da água que você bebe ❤

 

Mais postagens que você pode achar interessante